Mundo - História e Atualidades

Abdicação de D.Pedro I (1831) – Mundo, História e Atualidades,Informações







Mundo – História e Atualidades – Not1

Abdicação de D.Pedro I (1831) – Mundo, História e Atualidades,Informações

A história está presente em nossas vidas para nós entendermos o nosso presente, e hoje o Blog Not1 escolheu uma matéria muito importante da História do Brasil – A abdicação de D. Pedro I!

Quer saber mais sobre esse acontecimento?? Confira mais, matéria retirada do livro, História em Documento 8º ano – Veja:

Em 1828, o país passava por uma grave crise financeira. Faltava Dinheiro e os empréstimos externos foram mal utilizados, o que aumentou a dívida externa do país. As importações superavam as exportações, o que significava Déficit nas contas nacionais. A cobrança dos impostos era desorganizada, e o governo não conseguia arrecadar nem o necessário para suas despesas. Em 1829, o Banco do Brasil faliu.

A produção agrícola nacional sofria a concorrência internacional. Os produtos brasileiros perderam compradores estrangeiros, e seus preços caíram no mercado externo. Os senhores de engenho do nordeste culpavam d. Pedro I por seus prejuízos. A crise financeira e econômica se refletiu no mercado interno com a alta dos preços de alimentos e dos produtos manufaturados. As camadas médias e populares das cidades, prejudicadas responsabilizavam o governo.

Em 1829, venceu o prazo do compromisso de eliminar o tráfico negreiro, que d. Pedro I assumira com o governo britânico. Os proprietários de escravos ficaram apavorados com a possibilidade de faltar mão de obra e de o preço do cativo disparar. O imperador foi acusado de querer arruinar o país.

D. Pedro I não deu atenção ao descontentamento popular, pois estava envolvido com a sucessão do trono português. Entre 1828 e 1830, desviou dinheiro do tesouro brasileiro para financiar a luta contra seu irmão, D. Miguel, que usurpou o trono e se proclamou rei de Portugal. A população não gostou da atitude do imperador nesse questão e o acusou de ser mais português do que brasileiro.

Os jornais criticavam D. Pedro I, e as elites brasileiras começaram a retirar seu apoio a ele. Portugueses residentes no Brasil defendiam o imperador, o que reacendeu o sentimento antilusitano no país. Ocorreram tumultos e agressões.

Quando D. Pedro I nomeou portugueses para formar um novo ministério, uma multidão saiu às ruas em protesto. Soldados e oficiais apoiaram o povo. Isolado, o imperador apresentou sua Abdicação (renúncia) ao trono brasileiro em favor de seu filho, Pedro, em 7 de abril de 1831. A população festejou. As elites brasileiras tinham, enfim, o poder político nas mãos. A queda de D. Pedro I afastava para sempre a ameaça de o Brasil voltar a unir-se a Portugal. A independência estava, assim, garantida.

Enquete:

Você entendeu bem a matéria? Ainda tem dúvidas à respeito? Comente ou dê sua Opinião aqui no Not1!!

Assuntos do Artigo:
  • O que aconteceu com os produtos agricolas no ano de 1831

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.