Mundo - História e Atualidades

União Européia – Histórico, Práticas Politico-Econômicas e Crise Atual







Mundo – História e Atualidades

A União Européia é o maior Bloco Econômico do mundo, e vivencia na atualidade um avançado estágio de integração política, econômica e social. Conheça mais sobre a Evolução do Bloco,  veja um Resumo Histórico da UE, confira quais sao as Práticas Politico-Econômicas e como os países membro estão enfrentando a Crise Econômica…

Bloco Econômico – União Européia

O Contexto Histórico Pré-UE era o da Guerra Fria (1949-1991), no qual havia o que se chamava “Cortina de Ferro” ou Mundo Bipolar – essa era uma divisão ideológica entre o Capitalismo (representano na parte Ocidental da Europa) e Socialismo (presente na parte Oriental da Europa com a URSS). Dessa divisão surgiram organizações militares e econômicas:

* Ocidental – OTAN (militar), Benelux e posteriormente CECA (econômicas).

* Oriental- Pacto de Varsóvia (união militar extinta em 1990) e COMECON (econômica).

Resumo da História e Evolução da UE

* 1957: Tratado de Roma que estabeleceu o Mercado Comum Europeu ou Comunidade Européia (CEE), o qual era formado pelos países do Benelux, França, Inglaterra e Alemanha Ocidental. Instituiu-se as Quatro liberdades Fundamentais -a livre circulação de pessoas, de mercadorias, de capitais e de serviços.

* Década de 70: Reino Unido, Dinamarca e Eire ingressam no bloco CEE, já na Década de 80 ingressam Portugal, Espanha e Grécia.

* 1992: Reunião de Maastricht na qual foram aprovadas novas Bases para a União Européia como a Criação da moeda única. Ingressam novos membros dentre os quais Suécia, Áustria e Finlândia.

* 2004: Dez países da ex-URSS ingressam no Mercado Comum Europeu, entre eles Chipre, Letônia e Malta. Já em 2007, entraram Romênia e Bulgária.

Os países interessados em entrar na UE são: Ucrânia, Turquia, Macedônia, Bielorrússia e Croácia.

Há países da União que não adotaram o EURO como moeda – são eles Reino Unido, Dinamarca e Suécia.

* Em 2009, foi assinado o Tratado de Lisboa que propõe a criação de instituições políticas acima do poder e da influência de cada Nação – como o Parlamento e o Banco Europeu. Essas mudanças não são de tudo aceitas pela maioria da população, pois limita a soberania de cada país, bem como suas características nacionais e liberdades.

Características e Objetivos da União Européia

* Criar uma zona de estasbilidade monetária e maior unidade na Europa;

* Eliminar barreiras Alfandegárias entre os países europeus, incrementando e melhorando o comércio;

* Criar uma política Comum de Defesa e de Bases para a Imigração;

* Espaço e a Cooperação Schengen foi criado em 1997, no qual há livre circulação de pessoas, os Estados signatários do acordo aboliram as fronteiras internas a favor de uma fronteira externa única.

Espaço Schengen – Mapa com Países que aderiram, que não aderiram e futuros ingressores

Crise da União Europeia

Desde 2008, com a Crise que se iniciou nos Estados Unidos – a famosa “Bolha” – o Mundo vive um sequência de dias contrbados nas Bolsas de valores, nos mercados Internacionais e Bancos. Essa instabilidade nos mercados piora as condições de vida da população em vários países, promovendo ondas de manifestações públicas e até queda de governos.

Em 2011, a União Europeia foi atingida por essa Grave Crise e muitos países já declararam não poder arcar com suas dívidas, como no caso da Itália e Grécia.Tais países já receberam pacotes de ajuda, empréstimos e uma série de cortes nos benefícios da população já estão sendo implementados.

Mesmo assim, a situação vai de mal a pior, há quem preveja a saída de certas nações da União Monetária e outros o desmembramento de certos países. Mas o fato é que as duas maiores economias da Europa, França e Alemanha estão negociando o melhor para o Bloco.

Essa atual crise de crédito levanta dúvidas sobre a viabilidade de uma moeda única para economias tão diferentes. O acroônimo PIIGS designa os países em maior perigo nessa crise, são eles Portugal, Irlanda, ITália, Grécia e Espanha.

Outros fatores de conflito na Europa são as Baixas taxas de fecundidade e crescimento populacional, ou seja a população está envelhecendo e dentro em breve faltaram jovens para equilibrar os gastos com previdência social e produção econômica. Além disso, há a questão da Imigração que não é vista com bons olhos pelos europeus (Xenofobia) e também os fatos decorrentes da crise como o Desemprego, baixo crescimento e Cortes no Bem-Estar Social…

Assuntos do Artigo:
  • união europeia resumo
  • história da união européia
  • união europeia situação atual
  • a união europeia na atualidade
  • a crise atual do bloco europeu
  • evolução da união europeia
  • situação atual da União Europeia
  • asquatroliberdadesbasilaresdauniaoeuropeia/crisedagrecia

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.